Redes Sociais

Redes Sociais - Como não estar nelas hoje em dia?

fig-redes-sociais-pqPesquisas apontam que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo utilizam redes sociais e o brasileiro é um dos que mais acessam. Segundo pesquisa realizada este ano pela Nielsen, provedora global de informações e insights sobre consumidores, o desejo de dar opiniões sobre produtos e serviços é citado por 68% dos usuários de redes sociais, ou seja, cada vírgula que sua empresa posta nas redes sociais impacta um número exorbitante de pessoas.

Além disso, se pararmos para pensar, é essencial que a empresa tenha uma página no Facebook e um perfil no Twitter. Não são mais aceitos argumentos como: “Ah... Estamos montando” ou “Estamos contratando uma empresa especializada para desempenhar esse papel”. Esqueça isso já! Aceite que as redes sociais são uma realidade e não dá para deixar de lado, correndo o risco da pena, que pode ser alta.

Neste contexto, muitos gestores querem saber como utilizar melhor as redes sociais, como a sua empresa pode se posicionar, o que devem ou não fazer.Um bom ponto de partida é entender seus 3 propósitos principais:

1. Funcionar como um termômetro de como o público em geral enxerga a sua marca e produtos. Isso ajuda a posicionar-se e caminhar com um pouco mais de luz. Diferente de uma pesquisa formal, na qual os entrevistados são questionados intencionalmente e com um objetivo final, nas redes sociais os clientes espontaneamente e sem qualquer estímulo direcionado lhe darão opiniões valiosas sobre o que pensam dos seus produtos, serviços e principalmente a melhor e pior forma de utilização dos mesmos.

2. Atuar como uma “Central de Atendimento ao Cliente”. Por meio das redes sociais, a empresa saberá antes de qualquer outro meio as maiores verdades e as coisas urgentes e importantes que deve saber.

3. Construir uma boa reputação para a sua marca. Esse item está atrelado aos outros dois, mas assim como toda ação de comunicação e marketing, as redes sociais precisam atender aos objetivos da empresa, ou seja, ao posicionamento e a imagem que se deseja atingir, caso contrário nada disso faria sentido. (por Claudio Gandelman, fundador e CEO do Teckler)

Ou seja, figurar nas redes sociais é cada vez mais essencial, assim como há alguns anos atrás era para a empresa ter um site. Podemos ainda acrescentar a importância das redes sociais para:

# Apresentar ideias - de novos produtos, serviços, ações sociais, etc.

# Criar relacionamento - no atendimento, no pós-venda criando um canal aberto empresa-cliente.

# Criar engajamento - compartilhando conteúdo (vídeos, artigos, promoções, criando grupos, etc).

# Principalmente, conhecer melhor o seu público-alvo, quem são, o que gostam ou não, onde moram, o que fazem, etc.

Faça uma campanha online nas redes socais sabendo o quanto vai investir (de acordo com seu bolso) x retorno esperado, mensurando o que dá ou não certo.

Solicite um orçamento

-----